quinta-feira, 5 de março de 2015

TV BAND estreia novo programa sobre a terceirização no Brasil

Com nome de TerceirizAÇÃO, programa abordará cenário 
da prestação de serviços no país


Estreia no dia 7 de março, sábado, às 11h30, na TV Band (Canal 2), o TerceirizAÇÃO, um programa que irá trazer a discussão sobre a terceirização de serviços no Paraná e no Brasil. Com números que impressionam, a terceirização possui grande representatividade na economia brasileira. Para se ter uma ideia, hoje, no Brasil, os serviços terceirizados empregam 14,3 milhões de trabalhadores formais e movimentam 790 mil empresas que faturam R$ 536 bilhões ao ano e contribuem com R$ 17,4 bilhões para o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), R$ 43 bilhões para a Previdência Social e R$ 47 bilhões destinados ao pagamento de vale-transporte aos empregados durante o mesmo período. Os dados fazem parte da pesquisa “A Terceirização no Brasil”, divulgada no ano passado.

E foi com base nesses números que os sindicatos que representam essa categoria (Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do Paraná – SEAC, Sindicato dos Empregados de Asseio e Conservação de Curitiba – Siemaco e Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Paraná – Sindesp) e a TV Band deram início ao projeto TerceirizAÇÃO, que terá como âncora o jornalista José Wille e que trará ao público um novo olhar sobre os serviços terceirizados e sobretudo, sobre os profissionais terceirizados.


Para Manassés Oliveira, presidente do Siemaco – Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba, um dos idealizadores do novo programa, o objetivo é valorizar um segmento que apesar de exercer uma função essencial nem sempre tem o reconhecimento da sociedade. “Asseio, Conservação e Segurança são os pilares da vida moderna. Será muito importante as pessoas saberem mais sobre o setor de asseio paranaense que é considerado referência no Brasil”, afirmou o presidente. 


Na foto: Representantes do Siemaco Curitiba. Do lado esquerdo: Diretores João Geronimo Filho, Maria de Louredes Pacondes e presidente Manassés Oliveira. Do lado direito: Dr. Álvaro Nakashima (assessoria jurídica) e Diretores Amélia Rodrigues Palhares e Antônio Luis dos Santos Filho.