sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Trabalhadores da coleta vegetal fazem greve em frente à Prefeitura


Depois de acamparem por 6 horas em frente à Prefeitura de Curitiba, os 200 funcionários responsáveis pela coleta vegetal da cidade receberam o vale salarial atrasado desde o dia 20.
Às 11 horas da manhã do dia 25 os trabalhadores estacionaram os caminhões de coleta em frente à Prefeitura e junto com o Siemaco - Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba permaneceram até que a situação fosse resolvida.
Os funcionários das empresas Nicons, Urbanística e Ajardini reclamavam de atrasos constantes nos pagamentos. As empresas contratadas alegam falta de provisão financeira já que estão há 4 meses sem receber da Prefeitura.

Durante a manifestação, o Siemaco  e uma comissão de funcionários participou de uma reunião com o Secretário de Governo Ricardo Mac Donald Ghisi, que afirmou que a Prefeitura fará amanhã o pagamento de uma fatura em atraso para que os vales dos trabalhadores sejam pagos. No próximo dia 07 a Prefeitura deve pagar outra parte da dívida.

Para o Siemaco o problema está apenas temporariamente resolvido. “Solicitamos uma audiência no Ministério Público para que a Prefeitura de Curitiba se posicione a respeito dos atrasos de pagamentos que estãoprejudicando diretamente os trabalhadores”, afirmou Manassés Oliveira, presidente do Siemaco.


A audiência no Ministério Público solicitada pelo Sindicato acontecerá manhã, às 15h00. Além do Siemaco estará presente à Prefeitura de Curitiba e mais representantes de cerca de 15 empresas de coleta de Curitiba e Região Metropolitana que estão com dificuldades financeiras para o pagamento de seus funcionários.