terça-feira, 10 de julho de 2012

Jornalista visita Curitiba e aproveita para rever prédio histórico do Siemaco

A jornalista e moradora de São Paulo, Fernanda Nogas aproveitou o feriado da Revolução Constitucionalista da cidade onde vive para fazer uma visita dia 09 de julho à sede administrativa do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba (Siemaco).

Curitibana, mas morando a quase quatro anos na capital paulista, Fernanda quis rever o antigo prédio histórico que hoje é sede própria do Sindicato. Localizado entre as Ruas Duque de Caxias e Presidente Carlos Cavalcanti, no Centro Histórico de Curitiba, a construção passou décadas abandonada. “Em 1998 fiz fotos do prédio em um trabalho de conclusão de um curso de fotografia”, explica a jornalista que na época tinha considerado um paradoxo o prédio abandonado no centro de uma cidade tão preocupada com seu lado estrutural.

Em 2009 o prédio foi adquirido pelo Siemaco Curitiba e após intensas pesquisas sobre a arquitetura original passou por total reconstrução.  “A primeira sede do Siemaco também é uma construção tombada pelo patrimônio histórico e fica em frente à sede administrativa, sabíamos da responsabilidade de reconstruir o prédio com idênticas características, afirmou Manassés Oliveira, presidente do Siemaco.
Em 2010 a sede foi inaugurada e desde então abriga os departamentos administrativos do Sindicato de Asseio.  Diariamente cerca de 250 pessoas passam pelo prédio de 450 metros quadrados que integra a rede de atendimento do Siemaco.

“É uma satisfação encontrar o prédio que estava em ruínas há 14 anos, hoje reconstruído e bem cuidado”, disse Fernanda, que coincidentemente hoje também faz parte do setor de asseio e conservação em São Paulo, como coordenadora de comunicação da Paulista, a mais antiga empresa de limpeza do Brasil em atividade há 85 anos.